a
HomeMaternidadeMaternidade RealGravidez tardia é possível! [Mãe aos 50 anos]
gravidez tardia
gravidez tardia
s

Gravidez tardia é possível! [Mãe aos 50 anos]

O sonho de gerar um filho se torna cada vez mais distante com o passar dos anos, e pode até mesmo ser deixado de lado em função de fatores genéticos e biológicos. Por outro lado, a ciência pode dar uma ajudinha na realização desse sonho! A gravidez tardia é possível, sim! Com 34 semanas de uma gestação tranquila e ansiosa pela chegada de seu primeiro filho, Caio, a professora de educação física Mara Candaten será mamãe aos 50 anos.

gravidez tardia

Com uma ajudinha da ciência, nem mesmo o tempo impede de se tornar realidade o sonho de ser mãe!

A vontade de ser mãe

Aos 38 anos, o desejo de Mara de ser mãe se tornou real. No entanto, a primeira gravidez terminou com nove semanas em razão de um aborto retido. Outras tentativas vieram em meio a exames de fertilidade e ovulação que não detectavam causa alguma que impedisse Mara de engravidar.

“Chegou um momento que comecei a pensar ‘não vou ter filhos’, desisti. Cansei de ir em médicos, fazer controle de ovulação, e deixei pra lá. Mais tarde, comecei a pesquisar sobre clínicas de reprodução para a minha sobrinha. Tudo isso aflorou de novo”, conta a professora.

Gravidez tardia – a realização de um sonho

Com apoio jurídico, Mara conseguiu que o plano de saúde arcasse com os custos da fertilização, e logo iniciou o tratamento. Com óvulo de doadora anônima, mas com suas mesmas características físicas, Mara decidiu que a doação de sêmen viria de uma pessoa conhecida e querida.

Depois de cerca de um ano em tratamento, o teste positivo! Atualmente com 34 semanas de gravidez, Mara espera pelo seu menino, Caio. “Me preparei para tudo e me afastei do trabalho para garantir que tudo correria bem. Estou com ótima pressão e uma gestação tranquila”, garante. Com nascimento previsto para o início de novembro, quando completa 40 semanas, Caio chega como presente para a mamãe, que completa 51 anos no final de outubro.

gravidez tardia

Aos 50 anos, Mara está grávida seu primeiro filho, Caio, que deve nascer no início de novembro.

Motivação

Mara teve que encarar o preconceito em relação à gravidez tardia, mas, segundo ela, a recepção positiva é muito maior e seu relato serve de incentivo para outras mulheres. “Sempre ouço sobre a minha coragem de realizar meu sonho. Conto minha história e as pessoas se interessam. Percebi que estou ajudando muita gente”.

Leia mais

5 benefícios da gravidez no corpo da mulher

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Comentário
  • Ta certissimaa parabéns Mara sonhos tem que ser realizados ,também sonho em ser mãe tenho 27 anos e ovarios policisticos vou tentar ser mãe que deus me ajude a realizar este sonho tbm

    9 de outubro de 2017
  • Parabéns. Minha gravidez também foi tardia. Mãe de 1°viagem aos 44 anos engravidei naturalmente , minha gravidez foi tranquila não tive nenhum problema de saúde como diabetes pressão alta nada tudo correu bem. Meu filho hoje com 6 anos nasceu é uma criança saudável . A única doença que sofri e até hoje sinto é o preconceito.As pessoas ainda se admiram quando digo que sou mãe e não avó. É uma pena que nos dias de hoje às pessoas as pessoas ainda sigam padrões pra tudo.

    26 de agosto de 2018
  • Eu tenho 47 anos e tbm fiz uma fiv.Já era mãe mas casei de novo.Estou de 28 semanas super bem e feliz.Parabéns Mara vc é linda e jovem.Meu nome e Paula Caleffi

    1 de janeiro de 2019

Deixe um comentário