a
HomeMaternidadeDicas – de tudo um pouco!Abstinência sexual na gravidez. Quando é indicada?
abstinência sexual na gravidez
abstinência sexual na gravidez
s

Abstinência sexual na gravidez. Quando é indicada?

Junto com o resultado positivo, muitas dúvidas podem surgir para o casal. Uma dela é a necessidade de abstinência sexual na gravidez, condição que pode vir de uma recomendação médica ou de uma escolha pessoal.

abstinência sexual na gravidezEm quais situações a abstinência sexual na gravidez é necessária?

Quando a gravidez é saudável e os papais estão confortáveis (e com vontade!) não há motivos para mudar algo na rotina sexual do casal.  Mas, em alguns casos, a abstinência sexual pode ser uma recomendação médica. Veja abaixo as possíveis causas:

– Sangramento anormal no ínicio da gestação;

– Perda de líquido amniótico; 

– Quadro de placenta prévia;

– Risco de parto prematuro;

– Aborto espontâneo em gestações anteriores;

– Amadurecimento precoce do colo do útero;

– Placenta prévia;

– Infecções vaginais;

– Insuficiência cervical;

– Dor e/ou desconforto físico durante a relação sexual;

– Hipertensão arterial;

– Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST´s).

abstinência sexual na gravidez
É importante que o casal converse com o médico para entender a restrição sexual, se ela é completa e por quanto tempo. Muitas vezes, a abstinência é recomendada somente no início ou no final da gravidez, ou quando algum sintoma específico está se manifestando. Por isso, nossa dica é manter um canal aberto de diálogo durante o pré-natal! 

A abstinência sexual na gravidez também pode ser uma escolha

Mas, mesmo quando não há restrição médica, o casal pode optar pela abstinência sexual na gravidez.

Durante a gestação, a mulher enfrenta diversas questões emocionais e mudanças físicas, que podem trazer desconforto e insegurança com a relação sexual. 

abstinência sexual na gravidezEssa é uma situação comum e que deve ser tratada com naturalidade, especialmente no início da gravidez com o receio de perda. Já no final, o motivo principal pode ser o cansaço e o peso da barriga. 

Independente do motivo, a gestante não deve se sentir pressionada e seguir os seus desejos e vontades, sem tabus.

E quando é escolha do parceiro?

A abstinência sexual na gravidez também pode ser uma opção dos homens, que muitas vezes não se sentem confortáveis para manter relações nesta fase. 

Assim como a gestante não deve se sentir pressionada, a vontade do homem também deve ser respeitada, especialmente quando a ansiedade e a apreensão com esse turbilhão de mudanças que vêm junto com o bebê são alguns dos motivos. 

Mas, vale lembrar: a relação sexual NÃO machuca o bebê. É um mito, mas que também acaba passando pela cabeça de muitos homens, que se sente retraídos.

abstinência sexual na gravidezCompanheirismo é fundamental

Sabemos que nem sempre é fácil, mas o casal precisa manter a cumplicidade. E a melhor forma é conversar! Essa troca é fundamental para entender o que está se passando com o(a) parceiro(a). 

E, lembre-se: o sexo com penetração não precisa ser o único momento de proximidade entre o casal. Há muitas formas de carinho que mantém a intimidade e trazem mais leveza para essa fase.

Leia mais:

Sexo na gravidez: Mitos e verdades

Sexo no pós-parto: 10 dúvidas frequentes entre os casais

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário