a
HomeGravidezDá para evitar o parto prematuro?
parto prematuro
parto prematuro
s

Dá para evitar o parto prematuro?

Um dos maiores medos das gestantes é ter parto prematuro, ou seja, dar à luz antes das 37 semanas de gestação. Há diversas doenças podem trazer o bebê ao mundo antes do previsto, mas é possível evitar o susto com um pré-natal bem caprichado. Vamos entender melhor?

parto prematuro

Fatores de risco para um parto prematuro

As causas que levam a um parto prematuro podem variar entre idade materna, partos prematuros anteriores, stress, hábitos como tabagismo, ingestão de bebida alcoólica, má alimentação e uso de drogas ou medicamentos. Veja outros fatores comuns:

– Infecções urinárias de repetição: os hormônios da gestação aumentam o risco de infecções, atingindo 20% das grávidas. Quando há infecção, o organismo produz prostaglandina, substância inflamatória que sensibiliza o útero, deixando-o propício a contrações; 

– Colo de útero encurtado: quando o colo do útero é curto, o risco de trabalho de parto prematuro aumenta. Isso ocorre porque ele pode não se manter fechado como deveria durante a gravidez;

útero retrovertido

– Gravidez múltipla: os papais de gêmeos ou mais devem estar preparados para montar a mala da maternidade com antecedência. Como o útero fica muito distendido, ele acaba estimulando as contrações;

– Pressão alta: a hipertensão é um dos principais vilões do parto prematuro. Os sinais de alerta são inchaço nas mãos, nas pernas e rosto. O tratamento inclui repouso, medicação e monitoramento do desenvolvimento do bebê;

– A idade conta: boa parte dos prematuros nascem de mulheres com mais de 35 anos. O risco está diretamente relacionado à existência de doenças de base, como diabetes, hipertensão e obesidade;

-Sangramento: é um dos sintomas de placenta prévia (quando ela se fixa na parte inferior do útero, recobrindo o colo total ou parcialmente). Depois das 20 semanas, sangramentos de qualquer intensidade e corrimento amarronzado são motivos para ir ao hospital.

sangramento na gravidez

Tipos de bebês prematuros

– Prematuro tardio: é aquele nascido entre 34 e 36 semanas. O bebê que nasce nesse período, apesar de imaturo, já tem quase todas as funções vitais preparadas, podendo apresentar alguma dificuldade na respiração, distúrbios metabólicos e outros problemas mais leves;

– Prematuro moderado: esse bebê nasce entre 29 a 33 semanas de gestação. Ele pode necessitar de suporte respiratório, apresentar dificuldade de sucção e em manter a temperatura do corpinho;

– Prematuro extremo: nascido até 28 semanas, é o que apresenta organismo mais imaturo. Por isso, é necessário um número maior de intervenções, como suporte respiratório, nutrição adequada, aquecimento, umidificação e atenção especializada para que o bebê consiga se desenvolver. 

parto prematuro

Como prevenir a prematuridade?

Para prevenir a prematuridade, o acompanhamento pré-natal é indispensável. Quando a gestante percebe algo de errado como sangramentos e contrações fora de época, algumas medidas de prevenção podem ser realizadas o quanto antes, como:

  • Repouso;
  • Ingestão de progesterona;
  • Medicamentos para combater as possíveis causas;
  • Cerclagem do colo uterino ou pessário cervical;
  • Medicações que estimulem o desenvolvimento da maturidade pulmonar do bebê e neuroproteção.

Quer saber mais sobre os cuidados necessários no pré-natal? Esse é um dos assuntos do Guia da Gestante, curso online para gestantes que desejam ser as melhores mães! A Beabá Grão de Gente transmite informações seguras com os melhores profissionais! Conheça!

exames na gravidez

Leia mais:

Gravidez de risco: conheça 10 causas

Cigarro na gravidez aumenta risco de parto prematuro

Composição do leite materno do prematuro é diferente

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário