a
HomeGravidezO tamanho do bebê influencia na hora do parto?
tamanho do bebê
tamanho do bebê
s

O tamanho do bebê influencia na hora do parto?

O tamanho do bebê é uma das justificativas mais usadas por obstetras na hora de sugerir um parto cesárea a uma grávida. Mas, será que esse detalhe realmente interfere em alguma coisa? 

Apuramos tudo sobre o assunto para você ficar bem informada!

parto humanizado

O tamanho do bebê realmente influencia no parto normal?

Depende! Sabemos que é muito comum ouvir que a gestante “não tem passagem” ou que o tamanho do bebê é grande demais para os quadris da mãe. 

No entanto, o diagnóstico de desproporção céfalo pélvica – nome dado a esse quadro – não pode ser feito pelo médico antes do trabalho de parto. Isso porque a pelve se movimenta durante o processo de expulsão, aumentando seu ângulo de passagem para o bebê.

Por isso é tão importante conversar com o ginecologista e fazer um pré-natal bem caprichado.

tamanho do bebê

Quando o bebê é realmente grande

Macrossomia fetal é o termo utilizado para definir um bebê grande, com peso superior a 4 kg ou 4,5kg. Esta avaliação só pode ser realizada nas últimas semanas da gravidez, quando a data do parto se aproxima. 

Os principais fatores associados à condição incluem duração da gestação, diabetes gestacional e diabetes mellitus. Esse peso fetal acima da média não significa que o bebê sofra de alguma doença ou que a mãe não possa ter um parto normal. Contudo, exige uma vigilância maior durante o trabalho de parto.

tamanho do bebê

Você sabia? No final da gestação, o útero já aumentou em cerca de 700 a 1000 vezes a capacidade volumétrica para acomodar o bebê, a placenta e o líquido amniótico. Além disso, os ossos da bacia dilatam. As paredes da vagina também têm a capacidade de abrir o suficiente para que o bebê passe e, depois, volte a se fechar e voltar ao tamanho original. Ou seja, o corpo foi projetado de forma perfeita para parir!

Quando a cesárea é realmente necessária?

Somente o peso/tamanho estimado do bebê não é suficiente para uma indicação de cesárea. Mas, existem muitos casos em que ela pode salvar a vida da mãe e do feto durante o trabalho de parto.

Um dos riscos apresentados para bebês grandes é a paralisia obstétrica, quando há uma distocia de ombro. Em outras palavras, o bebê fica “preso” no canal vaginal, exigindo algumas manobras da equipe médica.

tamanho do bebê

Veja alguns motivos que podem levar à cesariana:

  • Sofrimento fetal: quando o bebê não está bem e o nascimento precisa ocorrer prontamente;
  • Hemorragias no final da gravidez: quando há descolamento da placenta ou quando ela recobre o colo do útero (placenta prévia);
  • Mãe portadora do HIV: as chances de transmissão do vírus da mãe para o bebê diminui em 50% se feita a cesariana programada;
  • Bebê sentado ou atravessado: o bebê pode nascer sentado, mas nestes casos o risco do parto normal é maior que o da cesárea;
  • Herpes genital com lesão ativa: há maior chance de o bebê se infectar durante o parto normal do que na cesariana;
  • Prolapso de cordão: quando o cordão sai antes do bebê, pode provocar uma pressão impedindo a passagem de sangue para a criança.

Mesmo que o tamanho do bebê não interfira na hora do parto, cada caso merece ser avaliado individualmente. Consulte o seu obstetra pois somente ele pode dizer se há ou não alguma contraindicação ao parto normal.

 

Quer saber mais?

Conheça a Beabá Grão de Gente, nossa plataforma de cursos online para as mamães mais bem informadas. Inscreva-se no “Curso Completo da Gestação”, com mais de 40 aulas sobre gravidez, parto e pós-parto! São vagas limitadas!

 

Leia mais

Incômodos da gravidez: 12 sintomas mais comuns

Contração de treinamento e parto: conheça as diferenças

10 formas de superar o medo do parto

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Comentário
  • Parto normal muito bom eu nunca me vi em uma cirurgia (cesaria) a recuperação bem rápida bebê e a mamãe mais saudável

    25 de junho de 2019

Deixe um comentário