a
HomeGravidezParto e Pós-PartoMétodos contraceptivos no pós-parto [Previna-se!]
métodos contraceptivos
métodos contraceptivos
s

Métodos contraceptivos no pós-parto [Previna-se!]

Ter uma gestação seguida da outra pode não ser saudável para a mulher, por isso os métodos contraceptivos são tão importantes logo no período pós-parto. O melhor é sempre conversar com seu médico para que ele avalie seu quadro e indique a melhor forma de contracepção.

Pensando nisso, a Grão de Gente trouxe o ginecologista e obstetra Dr. Gilberto Mello para uma transmissão ao vivo nas redes sociais para tirar dúvidas e solucionar as perguntas das novas mamães. Veja as principais respostas do médico para questionamentos enviados!

métodos contraceptivos

Ter uma gravidez seguida da outra pode não ser saudável para a mulher, por isso é importante usar métodos contraceptivos adequados no pós-parto.

Métodos contraceptivos: Qual anticoncepcional podemos usar amamentando?

A própria amamentação evita a gravidez. Em situações ideais de amamentação exclusiva e bebês que não dormem muito e estimulam a prolactina da mãe, os três ou quatro primeiros meses são seguros em relação a outra gravidez. Sem essas condições, a mãe pode ovular e engravidar, por isso é tão importante contar com métodos contraceptivos.

Sempre falamos para evitar hormônios à base de estrogênio. A primeira opção sugerida é sempre o preservativo, coito interrompido e métodos à base de progesterona e o próprio diu de cobre, que não é hormonal.

métodos anticoncepcionais

A amamentação exclusiva estimula a prolactina e protege a mãe de uma nova gravidez nos primeiros meses do bebê.

 

Em caso de parto normal, o que não se deve fazer durante o resguardo?

Durante esse período de 40 dias, a mulher ainda está com o colo do útero aberto. No caso de parto normal, a mulher pode ainda estar com pontos na vagina, é preciso que tudo isso cicatrize.

Evite o esforço físico, tanto para o parto normal quanto para a cesárea. É um momento de se concentrar com a própria recuperação, com o cuidado com o bebê e com a amamentação. É importante também esperar 30 a 40 dias para ter relações sexuais.

Os métodos contraceptivos diminuem a produção de leite durante a amamentação?

Principalmente os de progesterona, não. Por isso damos preferência a eles, porque não interferem na produção de leite. É autorizado usar até porque as doses de hormônios são baixíssimas.

Método injetável trimestral: quanto tempo após o parto pode ser utilizado?

Pode ser utilizado já logo no primeiro mês pós-parto para ficar protegida. Mas sempre orientamos utilizar esse método por pouco tempo, de um a dois anos, para evitar efeitos no organismo.

métodos contraceptivos

Injeção trimestral é segura e auxilia, principalmente, em casos que a mulher esquece de tomar a pílula.

Qual é a segurança do anticoncepcional subcutâneo?

O anticoncepcional subcutâneo fica na parte interna do braço, debaixo da pele. Tem uma segurança muito boa, assim como a do injetável trimestral e da pílula.

O diu é abortivo? Ele pode causar algum incômodo durante a relação sexual?

Não, o diu cria um processo inflamatório dentro da cavidade uterina, impedindo o espermatozóide de subir e atrapalhando a motilidade da trompa para captar o óvulo. Ele é autorizado pelo Ministério da Saúde, liberado e utilizado pela saúde pública, tanto o diu de cobre quanto aquele à base de progesterona.

O diu não causa incômodos na relação porque fica dentro do útero e o fio fica no final da vagina.

métodos contraceptivos

O diu não é abortivo e é considerado um método de longa duração, podendo ser utilizado de 5 a 10 anos, variando caso seja de cobre ou hormonal.

Quais são as diferenças entre o diu de cobre e o diu hormonal?

Diu de cobre: 5 a 10 anos de duração. Só cobre, sem hormônio. Aumenta um pouco o fluxo menstrual. Estatisticamente, não é tão seguro quanto uma pílula.

Diu hormonal: 5 anos de duração, com progesterona que é liberada localmente. Contra-indicações: trombofilia grave, câncer hormônio-dependente. É tão seguro quanto a pílula e diminui o sangramento do fluxo menstrual.

Ambos precisam ser colocados em consultório médico e são chamados de métodos de longa duração.

Já posso colocar o diu 30 dias após o parto normal?

Sim, especialmente se o casal tiver com planos de ter outro filho com um bom intervalo de tempo, é interessante utilizar um método de longa duração. É interessante que o casal venha com uma decisão já na primeira consulta pós-parto. Na própria cesárea também pode ser colocado o diu.

Qual é a média de valores do diu?

Diu de cobre: R$ 100,00; Diu hormonal: R$ 800,00. O valor da colocação varia e pode ser conversada de acordo com cada profissional e cada região do Brasil. É acrescentado também o custo da anestesia local.

Gostou? Veja a entrevista completa e outras respostas do Dr. Gilberto Mello. Assista na íntegra o vídeo da transmissão ao vivo em nossas redes sociais!

 

Leia mais

Cuidados na gravidez e um pós-parto mais saudável

Tudo sobre pré-natal, pós-parto e métodos contraceptivos!

Anticoncepcional na amamentação: proteja seu bebê

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Comentário
  • Oi meu nome e valeria tenho uma filha de 1 ano e 6 meses nao tomo nada pra evita outra gravides antes de engravidar tomava o ciclo 21 agora quero voltar a toma antcospiciinal e gostaria de sabe qual devo tomar?

    9 de novembro de 2017
  • Oi meu nome e geisa perdir mh filha tem quatros meses posso engravidar novamente

    Obs: parto normal forcado mh filha morreu

    14 de novembro de 2017
  • Oi meu nome e geisa tivi um parto complicado tem quatro meses ja posso engravidar

    Obs: mh filha morreu no na hr de nascer
    Parto normal forcado

    14 de novembro de 2017

Deixe um comentário