a
HomeGravidezParto humanizado: Um guia completo para a gestante!
parto humanizado
parto humanizado
s

Parto humanizado: Um guia completo para a gestante!

Você provavelmente já ouviu falar em parto humanizado, certo? Ao contrário do que muitos pensam, esse não é apenas um tipo de parto, mas sim uma assistência específica que devolve à mulher o protagonismo na hora do nascimento de seu filho. O Blog da Grão de Gente preparou um guia completo para você entender tudo sobre o assunto!

parto humanizado

Guia completo do parto humanizado

O que é?

Fêmeas sabem (e sempre souberam) dar à luz. Com o passar dos séculos, o nascimento foi sendo visto como um procedimento médico e recebendo cada vez mais intervenções não-naturais, mas isso não significa que nós, mulheres, perdemos o instinto de parir.

parto humanizado

Há muita polêmica sobre o que é um parto humanizado, mas o senso comum entende que é aquele em que as decisões da mulher são levadas em conta, sem abrir mãos das evidências científicas, é claro.

parto humanizado

Isso significa deixar a natureza fazer o seu trabalho, com o mínimo de intervenções médicas possíveis  — apenas as autorizadas pela gestante – sempre levando em consideração a segurança e saúde da mãe e do bebê. Assim, a mulher ganha novamente essa autonomia, antes, durante e depois do partejar. Vamos conferir o que acontece em cada fase?

Antes do nascimento

A gestante deve buscar informação e discutir com a equipe, montando todo o seu plano de parto para vivenciar essa experiência com autonomia, confiança e segurança. Nesse momento, você deve ser ouvida e se sentir acolhida.

parto humanizado

Durante o trabalho de parto e nascimento

Acompanhamento: A gestante pode escolher quantas pessoas podem estar ao seu lado durante o trabalho de parto e o nascimento — doula, marido, mãe, pai, entre outros. No Brasil, a lei já prevê que a parturiente tenha direito de escolher pelo menos um acompanhante.

Comunicação: Durante o trabalho de parto humanizado, a equipe médica e os envolvidos devem informar de forma clara à parturiente todos os procedimentos que serão feitos, bem como ouvir e considerar suas escolhas, respeitando sua dignidade e privacidade. Nenhuma intervenção cirúrgica pode ser realizada sem o consentimento e a comunicação à gestante.

Acolhimento: Se for da vontade da parturiente, a assistência ao parto deve oferecer massagens, música e incentivar técnicas de respiração e relaxamento para a dor. É necessário, também, oferecer e permitir que a parturiente se alimente e beba água.

A posição durante o parto humanizado entra nessa categoria. Como a mulher é protagonista da história toda, deve ter o direito de escolher a posição em que se sente mais confortável para dar à luz. A equipe de assistência ao parto também deve oferecer técnicas que aliviam e evitam lesões do períneo, como massagens e compressas quentes

parto humanizado

Depois o nascimento

O recém-nascido e a mãe saudáveis não devem ser separados durante os primeiros dias de vida. Logo após o nascimento, o bebê deve ser entregue à mãe para que tenham contato pele a pele (o que chamamos de golden hour) e deve ser estimulada a amamentação o quanto antes.

parto humanizado

Vantagens do parto humanizado

Baseado em evidências científicas, o parto humanizado possibilita o afeto à mãe e à criança e diminui as chances de depressão pós-parto. Confira outras vantagens:

Para a mãe

  • Autonomia para escolher como passar pelo trabalho de parto e posição de parto;
  • Assistência da doula;
  • Alívio da dor com técnicas como o banho quente, liberdade de movimento e massagens;
  • Aumento do vínculo mãe-bebê, com o contato pele a pele e amamentação imediatos.

Para o bebê

  • Início precoce da amamentação, pois o leite materno desce mais rápido após o parto humanizado;
  • Redução das intervenções, como aspiração com sonda;
  • Menor risco associado às manobras cirúrgicas;
  • Ao entrar em contato com o hormônio da ocitocina, liberado pela mãe, o bebê nasce mais calmo.

E não pense que o parto humanizado só pode ser natural ou normal. Existem muitas mães que recorrem à cesárea humanizada, como foi o caso da apresentadora Sabrina Sato. Para isso, basta que as vontades e direitos da parturiente sejam respeitados, deixando que ela seja a verdadeira protagonista do nascimento de seu filho.

parto humanizado

Nosso desejo é que, em breve, todos os partos sejam humanizados! ♥

Leia mais:

VBAC: É possível ter parto normal após a cesárea?

A verdade sobre a falta de dilatação

Dicas de como se preparar para o parto normal

HypnoBirthing: É possível ter um parto sem dor

Golden Hour: Qual a importância desse momento?

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário