a
HomeGravidez10 mitos e verdades do parto cesárea
parto cesárea
parto cesárea
s

10 mitos e verdades do parto cesárea

O parto normal é a opção mais segura para o nascimento do bebê, sendo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Mas, mesmo assim, o Brasil ainda é um dos países com as maiores taxas de parto cesárea no mundo, com mais da metade dos nascimentos por meio da cirurgia.

A cesariana salva vidas, mas não deve ser tratada como a primeira escolha se mãe e bebê estiverem aptos para um parto normal. É uma cirurgia que envolve riscos como outros procedimentos deste porte.

parto cesárea

A cesariana deve ser uma indicação médica, quando condições da saúde da mulher e do bebê impedem o nascimento natural.

Vamos entender melhor outros aspectos do parto cesárea? Preparamos um top 10 com os principais mitos e verdades deste tipo de parto:

1 – Recuperação do parto cesárea dói mais?

Verdade. Como falamos na abertura da matéria, a cesariana é uma cirurgia. O médico faz um corte profundo para chegar até o útero, atravessando sete camadas de pele. Por isso, sua recuperação é mais dolorida e exige um acompanhamento criterioso, com medicamentos e repouso.

2 – Circular do cordão umbilical é indicação para cesariana?

Nem mito, nem verdade. A circular do cordão umbilical é uma condição comum, que acontece na maioria dos partos. E, quase sempre, não representa risco para o bebê.

A equipe médica monitora as batidas do coração do bebê durante todo o trabalho de parto, para que qualquer indicação de sofrimento fetal seja percebida a tempo e o médico possa recorrer ao parto cesárea.

3 – Bebê grande deve nascer de parto cesárea?

Nem mito, nem verdade. Se o bebê for muito grande em relação à bacia da mãe, o médico pode indicar a cesariana. Mas essa não é uma regra, pois depende da evolução do trabalho de parto de cada mulher.

parto cesárea

Bebês grandes podem nascer de parto normal. Qualquer impedimento é detectado pelo médico, durante o trabalho de parto.

4 – Uma vez cesariana, sempre cesariana?

Mito. Se o segundo parto da mulher for após um intervalo de dois anos ou mais depois de um parto cesárea, ela pode tentar um parto normal desde que sua saúde permita.

Já mulheres que passaram por duas ou mais cesarianas – situação que favorece uma ruptura uterina – podem ter a restrição, lembrando que tudo vai depender do histórico médico e da indicação do obstetra.

5 – Cesariana é mais seguro para quem tem hipertensão?

Verdade. A hipertensão é uma das indicações médicas para a realização de um parto cesárea.

6 – Parto cesárea não dói?

Nem mito, nem verdade. No momento do parto, a mãe não sente dor por causa da anestesia, já que é uma cirurgia de médio porte. Mas, após o efeito passar, a mulher sente dores sim, sendo que a recuperação da cesariana é mais dolorida do que a do parto normal.

parto cesárea

Cesariana é uma cirurgia de médio porte. O corte atinge sete camadas de pele.

7 – Parto cesárea é mais seguro?

Mito. A cesariana é uma cirurgia e envolve mais riscos que o parto normal. Além disso, o nascimento natural traz benefícios a longo prazo para o bebê. A passagem pelo canal vaginal prepara o pulmão do bebê para a vida fora do útero, além de colocá-lo em contato com bactérias que aumentam a sua imunidade.

8 – Falta de dilatação é indicação para o parto cesárea?

Mito. A falta de dilatação não é uma justificativa para a cesariana, já que para isso a mulher deve entrar em trabalho de parto. Durante as contrações, a dilatação pode evoluir de forma mais lenta, exigindo mais paciência da equipe médica.

9 – Quem tem quadril estreito tem que fazer cesárea?

Mito. O tamanho do quadril não interfere na indicação do parto, mas sim a estrutura interna da bacia da mulher. E isso não é perceptível pelo quadril, como muitas pessoas pensam.

parto cesárea

Parto cesárea deve ser uma indicação médica. O parto normal é a opção mais segura para mãe e bebê.

10 – É necessário ficar sem falar após a cesárea?

Verdade. Um dos efeitos da raquianestesia é o trânsito intestinal mais lento e a distensão abdominal. Para evitar o acúmulo de gases e dores, a mulher deve evitar falar nas primeiras 12 horas após o parto.

 

Leia mais:

Quando induzir o parto é necessário?

Respondemos às principais dúvidas sobre cicatriz da cesárea

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário