a
HomeGravidezExercícios na gravidez: Por que reduzir o ritmo no 1º trimestre?
exercícios na gravidez
exercícios na gravidez
s

Exercícios na gravidez: Por que reduzir o ritmo no 1º trimestre?

A prática de exercícios na gravidez traz diversos benefícios, como o fortalecimento da musculatura, redução de dores, controle no ganho de peso e menor risco de desenvolver doenças como diabetes gestacional e hipertensão. Mas, mesmo com tantas vantagens, é preciso cautela nos três primeiros meses da gestação.

exercícios na gravidez

Exercícios físicos na gravidez trazem benefícios como: fortalecimento da musculatura e prevenção de doenças como diabetes e hipertensão.

Por que reduzir os exercícios na gravidez durante o 1º trimestre?

O primeiro trimestre de gestação é o mais delicado, por conta do risco de aborto espontâneo, que pode ser causado tanto por eventos naturais ou traumas físicos sofridos pela gestante.

Por isso, de forma geral, os especialistas recomendam que as gestantes que já praticavam atividades físicas reduzam a intensidade e quantidade dos exercícios nesse período.

Já as mulheres que não faziam nenhuma atividade antes de engravidar, devem aguardar os três primeiros meses antes de iniciar a prática de exercícios.

Entre as atividades recomendadas para as gestantes, caminhada, hidroginástica e pilates são ótimos exemplos de modalidades que trazem benefícios para a futura mãe, especialmente na preparação do períneo para o parto.

Após escolher o tipo de exercício, a grávida deve conversar com o médico sobre a liberação para a prática e também buscar a orientação de um educador físico.

Importante! Essa recomendação é para mulheres saudáveis, sem problemas ou sintomas que comprovem uma gestação de risco. Nesses casos, a prática de exercícios pode ser parcial ou totalmente restrita.

Tem que ter autorização do obstetra?

Sim! Pois mesmo com todos os benefícios da prática de exercícios na gravidez, cada mulher é única. Somente o obstetra que acompanha o pré-natal pode indicar as atividades mais seguras, de acordo com as condições da gestação.

exercícios na gravidez

Prática de exercícios na gravidez deve ser acompanhada por profissional de educação física.

Atenção aos sinais de perigo!

Com o aval do obstetra, a gestante pode seguir com a sua rotina de exercícios físicos na gravidez até as últimas semanas de gestação. Mas é preciso ficar atenta a possíveis sintomas que podem aparecer durante a execução dos exercícios, que exigem atendimento médico com urgência:

  • Sangramento vaginal
  • Visão embaçada
  • Náusea
  • Tontura
  • Desmaio
  • Falta de ar
  • Palpitações
  • Aumento repentino do inchaço nas mãos, pés e tornozelos
  • Dor aguda no peito ou na barriga
  • Mudança repentina na temperatura do corpo

Importante! Mantenha-se hidratada e faça pausas entre os exercícios para controlar o aumento da temperatura corporal, que pode causar hipertermia no feto. Outra dica é controlar os batimentos cardíacos com um frequencímetro.

Confira mais dicas do Dr. Gilberto Mello no “Palavra do Especialista”:

O ginecologista e obstetra Gilberto Mello falou sobre o assunto no quadro “Palavra do Especialista” desta semana no canal da Grão de Gente no YouTube. Vamos conferir?

 

Leia mais

Dieta na gravidez: acompanhamento nutricional é fundamental

Plano de saúde na gravidez: Um guia completo

10 dúvidas sobre inchaço, trombose e varizes na gravidez

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário