a
HomeGravidezEnjoos matinais podem reduzir risco de aborto
enjoos matinais podem reduzir risco de aborto
enjoos matinais podem reduzir risco de aborto
s

Enjoos matinais podem reduzir risco de aborto

Sabe aqueles enjoos matinais chatos, aquelas ânsias e os vômitos que perseguem você durante os primeiros meses? Por incrível que pareça, esses sintomas desagradáveis podem ser um bom sinal!

Um estudo publicado pela revista científica americana Jama Internal Medicine revelou que as mulheres que sentem enjoos matinais e vomitam durante o início da gestação têm entre 50 e 75% menos riscos de perder o bebê em comparação às grávidas que não tiveram enjoos. Surpreendente, né?!enjoos matinais podem reduzir risco de aborto

A pesquisa avaliou 797 mulheres, sendo que todas as participantes do estudo já tinham sofrido um ou dois abortos espontâneos anteriormente. Para o sucesso da pesquisa, as grávidas analisadas no estudo registraram diariamente os enjoos e os vômitos que elas sentiram da segunda até a oitava semana da gestação. Além disso, as futuras mamães responderam um questionário mensal até a 36ª semana da gravidez.

Todas essas informações detalhadas foram avaliadas pelo grupo de pesquisadores, que chegaram a incrível conclusão de que os enjoos matinais estão associados ao menor risco de aborto.

 

Surpreendente: enjoos matinais estão associados ao menor risco de aborto

A pesquisadora do Instituto Nacional de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humano dos Estados Unidos Stefanie Hinkle é uma das principais autoras deste estudo. De acordo com a pesquisadora, a ideia de que os enjoos matinais indicavam que a gravidez estava indo bem é estendida há algum tempo, mas até agora eles não tinham dados estatísticos sólidos para fortalecer esta crença.

“Nossa pesquisa estuda os sintomas desde as primeiras semanas de gravidez, logo depois da concepção, e confirma que há um vínculo entre os enjoos e uma redução do risco de perder o feto”, explica Stefanie Hinkle.

As razões pelas quais os enjoos matinais e os vômitos podem diminuir o risco de aborto ainda não foram totalmente desvendadas. Os estudiosos acreditam que as náuseas podem proteger o feto de toxinas e outros micro-organismos presentes nos alimentos e bebidas ingeridos pela mãe.

Além disso, os especialistas acreditam que os enjoos podem incentivar uma gravidez mais saudável, pois as mulheres acabam comendo menos e isso reduz a exposição do feto a toxinas. Outro fator relevante é que a redução na ingestão de alimentos também pode reduzir os níveis de insulina e estimular o crescimento da placenta – fato que já foi levantado em outros estudos.

 

Leia também:

– Pulseira anti-enjoo, conhece? As mamães recomendam!

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Comentário
  • Eu concordo com essa matéria pois já tive duas gravidez com aborto espontâne e não senti nada de enjôo. …
    glória a deus estou grávida novamente e sinto muito enjôo mas para mim não mim atrapalhar em nada pois o melhor de tudo e saber que o meu bebê está bem ……

    22 de outubro de 2016

Deixe um comentário