a
HomeGravidezAmamentaçãoDesmame conduzido e gradual: nada de traumas!
desmame conduzido - amamentação
desmame conduzido - amamentação
s

Desmame conduzido e gradual: nada de traumas!

A etapa final de um processo que envolve muito amor, entrega, coragem e dedicação. Assim podemos definir o desmame, que deve ser uma fase planejada da amamentação, feita da melhor forma possível para a criança e para a mãe. O amadurecimento do bebê é marcado pelo desmame, que preferencialmente deve ser feito de forma gentil. Esse método é chamado de desmame conduzido. Vale ressaltar que a recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) é de que os bebês mamem até os seis meses com exclusividade e até dois anos ou mais de forma complementar.

 

Por que o desmame conduzido é diferente?

desmame conduzido - amamentação

Macetes como o desmame abrupto, aquele que acontece de uma hora para a outra, ou mentir para a criança são formas agressivas de estimular o desmame. Desse modo, é muito mais provável causar sofrimento e traumas nos pequenos. O desmame conduzido é um ato que envolve muita dedicação e persistência, mas sempre vale a pena. É primordial respeitar a criança e ensiná-la a respeitar os seus sentimentos nessa hora.

 

Como fazer o desmame conduzido?

desmame conduzido - amamentação

A amamentação está diretamente ligada ao desmame. É preciso reconhecer que existem aspectos nutricionais e emocionais relacionados a esse ato de amor, e o desmame deve ser feito quando a criança se mostra disposta a ter essas necessidades preenchidas e assimiladas de outras formas, gradualmente. Por exemplo, substituir a mamada antes de dormir por uma história, a mamada da manhã por um café da manhã na mesa, e, claro, a mãe precisa se atentar às necessidades nutricionais das refeições com maior cuidado

desmame conduzido - amamentação

Novas formas de brincar com a mãe devem ser assimiladas pela criança, para que ela não associe a figura materna somente à amamentação. Para isso, você pode soltar a criatividade! Vale reservar um tempinho no dia para desenhar com seu pequeno, assistir desenhos juntos, um passeio divertido, arrumar os brinquedos do quarto, e muito mais. Se você conseguir encaixar essas atividades nos horários que seu filho costumava pedir para mamar, melhor ainda! Tudo isso fará com que ele “esqueça” de mamar e, assim, a amamentação será substituída por novas atividades que estimulam o desenvolvimento da relação mãe-filho de forma igualmente saudável, com muito afeto, carinho e atenção.

Mas é claro que se o pequeno insistir para mamar, chorar ou se aborrecer, você deve dar o peito. Afinal, essa é uma técnica de desmame gentil e não deve gerar nenhum tipo de trauma. Lembre-se de que o processo é gradual e exige muita dedicação. Vale a pena!

desmame conduzido - amamentação

Substituir o leite materno, o alimento mais completo que existe, por uma alimentação balanceada, rica em vegetais, legumes e frutas, é necessário para que o desmame não prejudique a saúde dos pequenos. Quando seu bebê já estiver maiorzinho, as mamadas terão um valor mais sentimental do que nutricional, por isso certifique-se de como anda a alimentação antes de dar início ao desmame conduzido.

 

Mari Bridi conta sua experiência

desmame conduzido - mari bridi

No quadro Maternidade Real, no canal do YouTube da Grão de Gente, a youtuber Mari Bridi, que é mãe da Aurora e do Valentim, contou sobre a sua experiência amamentando sua filha mais velha. No vídeo, ela fala sobre amamentação em livre demanda, sobre como amamentar foi prazeroso para ela e sobre suas expectativas para amamentar seu segundo filho, Valentim, de quem estava grávida.

Os benefícios da livre demanda para Aurora foram imensos, segundo a esposa do ator Rafael Cardoso. O processo de desmame conduzido, ou desmame gentil, começou antes da mamãe descobrir sua segunda gravidez. “Se eu não tivesse começado esse desmame da aurora antes de descobrir que tava grávida, não teria nem desmamado ela, porque eu não teria coragem de associar o desmame à chegada do irmãozinho”, ela conta.

desmame conduzido - mari bridi

Mas nem tudo são flores, Mari Bridi disse que esperava que a filha fosse decidir quando seria a hora de parar, mas não foi bem assim. “Eu sempre tive o sonho de que a aurora ia chegar pra mim um dia e falar “deu pra mim”, só que quando ela fez dois anos e meio eu percebi que não ia rolar”, diz no vídeo.

Ela também defende que o desmame gentil tem que ser benéfico tanto para a mãe quanto para a criança, e a partir do momento que percebeu que estava “ficando pesado” para ela, a Aurora começou a perceber. “Foi um processo bastante demorado, eu não queria fazer correndo, durou vários meses, porque eu não queria que fosse traumático de jeito nenhum”, complementa.

Sobre a eficácia desse trabalhoso processo, ela conta que o que funcionou para as duas foi criar regrinhas para a hora de mamar, deixando para trás a mamada da tarde, antes da soneca, depois a da noite, e assim por diante. E assim foi feito até que ela descobriu a gravidez.

Com a mudança do corpo para gerar uma nova vida, a de Valentim, Mari Bridi contou que amamentar a Aurora passou a ser muito doloroso, e que a pequena percebeu isso com o passar do tempo. “Ela foi maravilhosa porque mostrou que estava entendendo, até que ela falou pra mim “Mamãe, eu não preciso mamar hoje, né?”, eu quase chorei! No dia seguinte ela quis mamar um pouquinho e eu disse “Acho hoje também não precisa, né filha?” e foi assim que a Aurora desmamou, foi a coisa mais linda!”, lembra a youtuber.

Confira o vídeo sobre desmame conduzido, livre demanda e amamentação com Mari Bridi para o Maternidade Real, no canal da Grão de Gente!

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Comentário
  • Ola tudo bem?
    Sou Josiane tenho um bebê de 4 meses e 23 dias volto trabalhar dia 10 de setembro mais ele não quer mamar na mamadeira. Tentei o Nan e deu diarreia o medico mandou q eu desse leite de vaca mesmo só qur me mama muito pouco fazendo cara feia e jogando a metade pra fora. Estou preocupada,como posso voltar a trabalhar se meu Principe não mamar

    6 de agosto de 2018

Deixe um comentário