a
HomeGravidezComo fica a disfunção da tireoide na gravidez?
tireoide na gravidez
tireoide na gravidez
s

Como fica a disfunção da tireoide na gravidez?

Apesar da extrema importância, a disfunção da tireoide na gravidez ainda não é um assunto em pauta — ao menos, não tanto quanto deveria. Segundo estudos da George Washington University School of Medicine and Health Sciences, nos Estados Unidos, até mínimas oscilações dessa glândula podem levar ao aborto e parto prematuro. Perigoso, não? Confira o que o Blog da Grão de Gente apurou sobre o assunto.

Disfunção da tireoide na gravidez

Antes de engravidar

Faz parte das estatísticas de quem sofre com disfunções da tireoide, como hipotireoidismo ou hipertireoidismo? Então, a primeira coisa que você deve fazer é avisar seu endocrinologista sobre a intenção de engravidar ou comunicar a gestação imediatamente após a descoberta.

tireoide na gravidez

Durante a gravidez, a tireoide precisa trabalhar mais para suprir as necessidades de mãe e bebê e, portanto, provavelmente será necessário alterar a quantidade ou o tipo de remédio do tratamento.

tireoide na gravidez

Quadro de risco

  • Fique alerta! Estes são os fatores que aumentam a sua probabilidade de ter uma disfunção da tireoide na gravidez:
  • Já ter apresentado, no passado, algum problema na tireoide ou ter anticorpos antitireoidianos no exame de sangue;
  • Apresentar sintomas que sugerem problemas na tireoide, tais como: cansaço, rouquidão, pele seca, alterações no funcionamento do intestino, maior intolerância para o frio ou para o calor que o habitual, entre outros sintomas;
  • Aumento da tireoide visível ou palpável;
  • Ter mais de 30 anos de idade;
  • Ter feito radiação ou cirurgia no pescoço previamente;
  • Ter diabetes tipo 1 ou outra doença autoimune, como vitiligo, artrite reumatoide, lúpus, entre outras;
  • Histórico de perda fetal, parto prematuro ou infertilidade;
  • Ter engravidado duas ou mais vezes no passado;
  • Histórico familiar de doença tireoidiana ou doenças autoimunes;
  • Obesidade;
  • Ter usado recentemente amiodarona, lítio, contrastes iodados ou medicações contendo iodo;
  • Morar numa região onde sabidamente há carência de iodo.

Durante a gestação

Está grávida? Parabéns! ♥ É hora de ainda mais cuidados. De todos os exames do pré-natal que você já sabe que deve fazer, os que avaliam a função da tireoide também são fundamentais, e deveriam ser feitos com mais frequência que o costume.

tireoide na gravidez

Isso porque, durante a gestação, até mulheres que nunca tiveram qualquer problema com essa glândula podem sofrer alterações nos níveis dos hormônios da tireoide, necessária para regular o organismo da mulher e o crescimento e desenvolvimento do bebê no útero.

tireoide na gravidez

Alguns obstetras não pedem o exame específico por desconhecer a importância da tireoide na gestação. Cuidado! O hipertireoidismo deve ser detectado ainda no primeiro trimestre para que não ocorra danos no desenvolvimento cerebral do feto.

tireoide na gravidez

É importante informar, também, que no começo da gestação o feto não produz os hormônios da tireoide e, por isso, precisa usar os da mãe. Mesmo quando ele começa a produzir, a partir da 8ª semana, a quantidade é insuficiente e ele continua dependente. Entendeu por quê os exames são tão importantes? Boa sorte! ♥

tireoide na gravidez

Leia Mais:

Ultrassom Morfológico: Quando fazer o exame?

Chocolate na gravidez: Pode comer?

Curva glicêmica na gravidez: Como é o exame?

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário