a
HomeGravidezComo controlar a vontade de comer doces na gravidez?
comer doces na gravidez
comer doces na gravidez
s

Como controlar a vontade de comer doces na gravidez?

Um dos maiores mitos em relação a gestantes é a falsa necessidade de se comer por dois. É verdade que a fome aumenta consideravelmente, mas é preciso cautela com a qualidade dos alimentos e seu valor nutricional. Por isso, não é recomendado comer doces na gravidez com exagero, especialmente pelo alto risco do abuso resultar em um diagnóstico de diabetes gestacional.

Conversamos com a nutricionista Carol Faria, especializada em nutrição materno-infantil, sobre os perigos do excesso de açúcar para as futuras mamães. A nutri também deu dicas para ajudar as gestantes a controlar a vontade de comer doces na gravidez.

comer doces na gravidez

Abusar do consumo de doces durante a gravidez pode favorecer o diabetes gestacional, que traz riscos para mãe e bebê.

A real necessidade energética da gestante

“É muito comum ouvir as pessoas dizendo que uma grávida deve comer por dois. Mas isso não é verde. A quantidade de calorias é maior, afinal ela carrega um bebê dentro dela e precisa de um aporte nutricional para suprir as necessidades dela e do bebê, mas isso não significa comer por dois”, esclareceu Carol, que lembrou que a quantidade de calorias extras durante a gestação depende de vários fatores.

Segundo a nutricionista, não há como dizer ao certo a real necessidade energética de uma gestante, mas o número de calorias extras deve ser em torno de 500. “Mas isso vai depender se ela está com baixo peso, peso normal ou sobrepeso, da altura e também da situação nutricional como um todo”, explicou Carol.

Por isso, uma ótima dica para gestantes que estão com baixo ou excesso de peso é procurar uma consultoria nutricional especializada, para garantir uma dieta balanceada durante a gravidez.

comer doces na gravidez

Um nutricionista materno-infantil pode ajudar a futura mamãe a controlar o ganho de peso e garantir o aporte necessário de nutrientes.

Mas pode comer doces na gravidez?

Sim! “Dizer que alguém não pode comer doce nenhum é quase impossível. A grávida pode comer doces na gravidez, mas é importante ter equilíbrio”, recomendou a especialista, que alerta sobre a quantidade e a frequência. Não dá para comer todo dia e o ideal é saborear porções pequenas.

Até porque a gestação é um momento de mudanças profundas, tanto físicas e emocionais. A ansiedade pode aumentar a vontade de comer doces na gravidez, especialmente pela sensação de prazer e bem estar que o alimento proporciona. Por isso, o equilíbrio é fundamental!

comer doces na gravidez

Comer doces na gravidez não é proibido, mas é preciso equilíbrio no consumo, que não precisa ser diário e nem em grandes quantidades.

O perigo do diabetes gestacional

Um dos maiores perigos para as gestantes que não conseguem controlar a vontade de comer doces na gravidez é o diabetes gestacional. A condição é caracterizada pela hiperglicemia, ou seja, o aumento dos níveis de glicose no sangue.

Geralmente, o quadro regride naturalmente após o nascimento do bebê, mas mulheres que tiveram diabetes gestacional apresentam maiores chances de desenvolver o diabetes tipo 2. Durante a gestação, a doença pode causar parto prematuro, além de favorecer bebês com peso excessivo e que sofrem com a hipoglicemia após o parto, entre outras complicações.

Esse risco é ainda maior em mulheres que já seguiam uma dieta inadequada antes de engravidar, com alto consumo de doces e gordura.

comer doces na gravidez

Mulheres com diabetes gestacional devem fazer monitoramento frequente dos níveis de glicose no sangue, além de uma dieta equilibrada.

Diagnóstico e tratamento do diabetes gestacional

O diagnóstico de diabetes gestacional é normalmente feito entre a 24ª e 28ª semana, quando a resistência à insulina geralmente começa. Caso a mulher já tenha tido a doença em uma gestação anterior ou apresenta alto risco para desenvolver a condição, o obstetra pode solicitar exames específicos ainda no primeiro trimestre.

O tratamento envolve monitoramento diário dos níveis de açúcar no sangue, mudanças na dieta, prática de exercícios físicos e um acompanhamento especial no pré-natal, com exames e consultas mais frequentes. Também pode ser necessário o uso de medicamentos, caso as alterações na alimentação não forem suficientes para manter os níveis de glicose normalizados.

Mas como controlar a vontade de comer doces na gravidez?

Fazer substituições saudáveis é a melhor forma de controlar essa vontade excessiva de comer doces na gravidez. “A mulher pode consumir diversos alimentos que amenizam a gula por doces. Oleaginosas, como castanhas de caju e castanhas do pará, e frutas, como a tâmara, são ótimas para isso. Aveia, mel, canela e banana também amenizam a vontade por doces”, relatou Carol.

Para variar o consumo, aposte nas saladas de frutas. Elas vão dar uma baita força naqueles momentos que a vontade de devorar uma barra de chocolate falarem mais alto!

comer doces na gravidez

Frutas são aliadas da gestante na hora de controlar a vontade de comer doces em excesso. Combine com aveia e oleaginosas.

O uso de adoçantes é recomendado?

Alguns profissionais liberam o uso de alguns adoçantes na gestação, por exemplo o FDA, a sucralose e a stévia. E, com moderação, o acessulfame de potássio (acessulfame K) e o aspartame (exceto em casos de fenilcetonúria). Mas eu não recomendo”, declarou a nutricionista.

Carol destacou que os adoçantes prejudicam a microbiota intestinal, causando disfunções metabólicas, situação que não é nada ideal para a gestação. “Além disso, todos os estudos sobre adoçantes foram feitos em animais e não existem evidências que suportam o uso com segurança em humanos”.

 

Leia mais

Dieta na gravidez: acompanhamento nutricional é fundamental

Alimentação na gravidez: 10 alimentos que toda gestante deve comer

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário