a
HomeGravidezPor que aumentar o consumo de água na gravidez?
consumo de água na gravidez
consumo de água na gravidez
s

Por que aumentar o consumo de água na gravidez?

Beber água é fundamental para a saúde em qualquer fase da vida, mas, durante a gestação, a ingestão adequada deve ganhar uma atenção ainda mais especial. A recomendação é de 1,5 a 2 litros de água por dia, a medida que a mamãe sente sede. Mas por que é preciso aumentar o consumo de água na gravidez?

A água é fundamental para a saúde, mas, durante a gestação, é preciso ter ainda mais atenção ao consumo adequado.

A água é fundamental para a saúde, mas, durante a gestação, é preciso ter ainda mais atenção ao consumo adequado.

Consumo de água na gravidez

Durante os nove meses, ela se torna ainda mais importante para melhorar a circulação sanguínea e a irrigação do útero e da placenta, além de manter o líquido amniótico em níveis adequados, estabilizar a pressão arterial e eliminar toxinas que aumentam o risco de infecção urinária.

A água também é responsável por regular a temperatura corporal, facilitar a absorção dos nutrientes essenciais e ainda ajuda a aliviar os enjôos matinais. Além disso, previne a constipação e a desidratação, que pode causar contrações e trabalho de parto prematuro.

Outras opções também ajudam a garantir uma boa hidratação e ainda mais benefícios para a sua gestação, como os sucos naturais, ricos em vitaminas, livres de corantes e de açúcar em excesso. O leite, além de concentrar 90% de água, fornece proteínas e cálcio, essenciais na gravidez. Caldos e sopas que levam verduras, legumes e carne hidratam e são fonte de proteínas e minerais.

Sucos naturais e alimentos como frutas, verduras e legumes também podem ajudar a melhorar a hidratação das gestantes.

Sucos naturais e alimentos como frutas, verduras e legumes também podem ajudar a melhorar a hidratação das gestantes.

Parceiros na hidratação

Alguns alimentos, como frutas e hortaliças, podem ajudar as mamães a manter adequado o consumo de água na gravidez. Conheça os com maior concentração de água:

Alface – 95%;
Tomate – 94%;
Melancia – 92%
Couve-flor – 92%;
Melão – 90%;
Abacaxi – 87%;
Laranja – 87%;
Goiaba – 86%;
Maçã – 83%;
Pera – 80%

Mantenha distância!

Alguns líquidos, no entanto, devem ficar bem longe da rotina da grávida. Bebidas alcoólicas prejudicam a gestação e devem ser suspensas. Refrigerantes e bebidas gaseificadas agridem o esmalte dos dentes, aumentando o risco de cáries e podendo dificultar a absorção de nutrientes.

A ingestão de chás e café também deve ser moderada. A gravidez aumenta a sensibilidade à cafeína, podendo causar agitação e taquicardia na mãe e no bebê. Os chás preto e verde devem ser retirados da dieta. Enquanto o chá preto tem alta concentração de cafeína, o chá verde pode inibir a ação do ácido fólico, essencial para a formação do sistema nervoso do bebê.

Leia Mais

Beber cerveja NÃO aumenta a produção de leite materno

Chá na gravidez: melhor NÃO!

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Comentário
  • Eu amei as dicas que podemos evita na gravidez para não progidica nosso saúde e o nosso bebê …

    24 de setembro de 2017
  • Tenho pouco leite como faço p aumentar?

    29 de setembro de 2017

Deixe um comentário


*

Publicidade

Quarto de Bebê Amiguinhos

R$ 1.461,68

12x de R$ 143,30 s/ juros


Quarto de Bebê Amiguinhas

R$ 1.461,68

12x de R$ 143,30 s/ juros


Quarto de Bebê Anjinho Azul

R$ 1.123,57

12x de R$ 110,15 s/ juros


Quarto de Bebê Ponto Ajour Ursinho Azul

R$ 1.255,55

12x de R$ 123,09 s/ juros


Quarto de Bebê Ponto Ajour Ursinha Rosa

R$ 1.191,01

12x de R$ 116,77 s/ juros


Quarto de Bebê Anjinha Rosa

R$ 1.123,57

12x de R$ 110,15 s/ juros