a
HomeGravidezAmamentaçãoRelactação: entenda como é possível voltar a amamentar
relactação
relactação
s

Relactação: entenda como é possível voltar a amamentar

Se, por alguma razão, você não conseguiu amamentar seu bebê logo após o nascimento e o leite secou, saiba que é possível voltar a oferecer o alimento mais completo para o desenvolvimento do pequeno, o leite materno. Como?! Por meio da relactação, uma técnica que transforma esse desejo em realidade.

Mulheres que já amamentaram em algum momento da vida podem voltar a produzir leite para seus filhos, sejam eles biológicos ou não, por meio do estímulo da relactação. A estimulação das mamas – manual, elétrica ou, principalmente, com a sucção do bebê – favorece a produção do leite, que pode voltar de 15 a 45 dias depois que a técnica passa a ser colocada em prática.

Como fazer a relactação?

O mecanismo é bem simples e pode ser feito em casa! Uma sonda é ligada a um recipiente que contenha leite, preferencialmente materno, que contém mais de 200 componentes que protegem o bebê e que pode ser conseguido em bancos de leite. A ponta da sonda é ligada ao peito, junto ao bico, para que o bebê possa sugar os dois ao mesmo tempo. O pequeno suga, estimulando a produção de leite, e ao mesmo tempo também recebe o alimento. O amor da mãe e a vontade de amamentar são fundamentais no período, tornando a volta da produção uma realidade ainda mais próxima.

relactação

A sucção do bebê durante a relactação ajuda a estimular a produção de leite materno.

A relactação ajuda a fortalecer os vínculos e as formas de carinho entre mamãe e neném. Além disso, não há contraindicações para o uso da técnica e as chances da mãe voltar a produzir leite normalmente são altas, especialmente mantendo uma dieta balanceada, bebendo bastante água e descansando adequadamente. No entanto, é importante que o processo e a estimulação das mamas sejam feitos de forma correta, ou seja, a cada duas horas, totalizando 12 vezes por dia.

Quando a relactação é indicada?

Você está pensando em relactar? Saiba quando a técnica é indicada!

  • Quando a mulher não pôde amamentar o bebê logo após o nascimento por motivo de internação (da mãe ou do filho);
  • Em casos de alergias alimentares, como ao leite da vaca, depois do desmame;
  • Mulheres que tem diminuição da produção de leite materno;
  • Por conta das dificuldades iniciais da amamentação, algumas mães podem deixar de oferecer o peito.

 

Leia mais

Amamentação: especialista explica como fazer a pega correta

10 fatos surpreendentes sobre a amamentação [você precisa saber]

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Comentário
  • No caso o processo é dificultado quando o bebê já mamou na mamadeira e usou chupeta?!
    É outra dúvida li uma vez em um artigo que só é possível com bebês até 4 meses isso é verdade?!
    Gostaria muito de tentar meu bebê vai fazer 3 meses. Mas desde dos 12 días de nascido meu leite secou. Precisei dar fórmula para não abaixar o peso. Usei o remédio de ocitocina, fiz a ordenha e nada aconteceu. Li alguns artigos sobre, mas fiquei insegura de tentar.
    Seria possível após 3 meses

    22 de janeiro de 2018

Deixe um comentário