a
HomeGravidezAmamentaçãoO que faz um especialista em amamentação?
especialista em amamentação
especialista em amamentação
s

O que faz um especialista em amamentação?

Assim como gerar, amamentar o bebê é natural para as mamães. Ainda que o corpo saiba fazer o seu trabalho de produzir o leite sozinho, muitas vezes as mamães e seus pequenos precisam de uma ajudinha para que esse momento seja ainda mais especial e aproveitado da melhor forma. E é aí que entra o trabalho de uma especialista em amamentação.

especialista em amamentação

Especialista em amamentação ensina a técnica correta para que o momento seja ainda mais especial para a mamãe e o bebê

Técnicas de amamentação para as mães e ensinar os bebês a pegar a mama sem machucar são algumas das funções do profissional. A rede de apoio, formada geralmente pelos papais, também aprende a ajudar as mulheres. “Amamentar não dá para fazer pela mãe, mas dá para fazer junto com a mãe”, explica a especialista em amamentação Sandra Abreu.

Grávidas também devem procurar especialista em amamentação

A preocupação com a amamentação não deve ser apenas das mamães que já tiveram seus bebês, mas também das gravidinhas, que precisam sempre buscar informações. Procurar um especialista em amamentação ainda na gestação previne problemas que podem surgir durante a lactação e soluciona dúvidas comuns das gestantes.

Como estimular a produção de leite?

especialistas em amamentação

Grávidas já podem se preparar: alimentação saudável e ingestão de líquidos são fundamentais para aumentar a produção de leite

Uma das principais inseguranças das novas mamães é a impossibilidade de amamentar. Sandra explica que a técnica errada pode, sim, diminuir a produção de leite, mas que a situação pode ser facilmente resolvida com o auxílio de uma especialista em amamentação.

“Consertando a pega, aumenta o estímulo na mama. A mamãe também precisa tentar relaxar, descansar entre as mamadas, beber líquido suficiente e ter uma alimentação saudável. Cientificamente, não há nenhum alimento que faça aumentar a produção de leite”, explica a especialista.

Amamentação em livre demanda

Uma das formas de amamentação mais apoiadas pelos especialistas é a livre demanda, ou seja, amamentar o bebê sempre que ele quiser. “Não há limites de tempo, nem horário, devendo ser exclusiva até o sexto mês de vida. Depois dos seis meses é iniciada a introdução alimentar, mas o leite materno deve continuar sendo a principal fonte de nutrição do bebê. A partir de um ano de idade, o leite materno passa a ser um alimento complementar”, explica Sandra Abreu.

Com a técnica correta, a amamentação é um momento é livre de dores, prazeroso e especial para a mamãe e o bebê. Uma verdadeira troca de amor.

Siga-nos nas redes sociais e não perca nenhum post!

Facebook | Pinterest | Instagram | Twitter | Google+

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário