a
HomeBebêTerrible two: Prepare-se para a crise dos dois anos do bebê!
terrible-two-2
terrible-two-2
s

Terrible two: Prepare-se para a crise dos dois anos do bebê!

Você já ouviu falar em terrible two? Também conhecida como a adolescência dos bebês, essa fase é marcada pelas crises que os pequenos têm, e começa mais ou menos a partir de um ano e meio de idade, podendo durar até os três anos em média.

Terrible two: Prepare-se para a crise dos dois anos do bebê!

A fase em que os pequenos ficam “terríveis”, como o próprio nome diz, é de deixar qualquer pai e mãe de cabelos em pé! Por isso, lembre-se de que o terrible two faz parte do desenvolvimento dos bebês, e o modo como ele se manifesta varia de acordo com a personalidade de cada criança.

Mas por que o terrible two acontece?

É a partir dessa idade que os pequeninos começam a entender que são indivíduos, que podem ter gostos próprios, opiniões e até discordar dos pais. Sendo assim, o terrible two nada mais é do que um “teste” dos limites. Para você não pirar, a youtuber Rúbia Baricelli, foi até o canal da Grão de Gente contar um pouco sobre sua experiência com o terrible two de sua filha Helena!

Paciência, conversa e diálogo

Para lidar com as crises dos dois anos do bebê, uma boa saída é dar opções para a criança tomar decisões e se sentir “no comando” de determinadas situações de sua rotina que precisam ser cumpridas todos os dias.

Terrible two: Prepare-se para a crise dos dois anos do bebê!

No vídeo, Ru Baricelli dá o exemplo de quando permite que sua filha escolha a hora que irá escovar os dentes depois do jantar. “Eu pergunto se ela quer escovar os dentes antes, durante ou depois do banho, e o banho é uma coisa que ela gosta muito, então ela se sente com um poder de escolha maior”, conta a mãe, que também ressalta que é importante ter muito jogo de cintura nessas horas.

Terrible two: Prepare-se para a crise dos dois anos do bebê!

Em casos extremos, como as famosas birras em que a criança se joga no chão do supermercado, a agressão verbal ou física, ou até castigos mais graves, não costumam ser efetivos na opinião da youtuber. Ela defende a eficácia da conversa com a criança, para calmamente tentar entender a melhor forma de ajudá-la.

A dinâmica da família é um processo muito individual, e por isso cada um saberá como administrar melhor o comportamento da criança na fase do terrible two.

 

Saber escutar

Tente entender o que está acontecendo com seu filho, o que está fazendo com que ele se sinta daquela forma e como é possível resolver.

Terrible two: Prepare-se para a crise dos dois anos do bebê!

O diálogo também é essencial para que os pequenos entendam que algumas regras precisam ser cumpridas, mas elas não precisam ser impostas, e podem – e devem! – ser conversadas com os pais. Afinal, é nessa fase que as crianças têm mais necessidade de saber os porquês, e aí entra a questão do poder de conciliação entre a família.

Terrible two: Prepare-se para a crise dos dois anos do bebê!

Você também tem dicas de como lidar com os pequenos na fase do terrible two? Deixe um comentário falando como você lida com as crises, e dê a sua dica!

 

Leia mais:

10 coisas que mais deixam o bebê irritado

Você sabe reconhecer os tipos de choro do bebê?

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Comentário
  • Eu fico doída á minha filha Eduarda ela guando eu não faço o que ela quer ela bate á cabeça na parede com muita força deita no chão chora muito é fica com a boca roxa sem respirar

    28 de novembro de 2018
  • Minha bebê tem 2 anos, e ta nessa fase tenho medo de ñ poder dar conta do recado ‍♂️

    29 de novembro de 2018
  • Minha filha tem quase dois mas ja faz birra, na questao da alimentação e diz nao pra tudo…

    29 de novembro de 2018
  • Eu passei por esta fase de birras extrema. Que era quando se joga no chão e gritava sem para achava que ia fica loca mas graças a Deus esta fase tá passando ele está ficando mas calmo ,conversa mas sobre oque ele quer é o que não quer ele tá aprendendo a se expressar melhor mas ainda está na fase do terrible two

    6 de dezembro de 2018
  • Estamos passando exatamente esta “fase” coma Ana Valentina ,,do numqué, numgota..e assim pro diante esse vídeo ajudou muito vamos colocar em prática!! Mas as vezes da medo de fazer besteira porque é muita birra pra um bebe de quase 2 anoskk

    6 de dezembro de 2018
  • Sobre o terrible two.
    Tenho uma filha de dois anos, já testei das duas formas, a primeira quando ela da birra de alguma coisa, fui mais ríspida com tom de voz um pouco mais alto, não deu certo.
    Na forma em que ela fez birra, esperei se acalmar e fui conversando e explicando o porquê do não. Foi muito melhor, parou de fazer a birra e fomos fazer outra atividade.

    6 de dezembro de 2018
  • Meu filho de 1a e 6m quando irritado tem a mania de bater a cabeça no chão ou no piso, elé se joga no chão e quando não deixamos ele fazer algo ele quer nos morder, beliscar e até mesmo bater, tô pra ficar de cabelos em pé

    6 de dezembro de 2018
  • Olá, meu filho tem 2 anos e 2 meses, meu maior problema com ele, e que, quando chegamos em algum lugar e eu começo a comprimento as pessoas, ou estou passeando com ele, ou até quando alguém vai brincar com ele, ou faz algo que ele não quer ele grita e bate no próprio rosto, o que eu poderia fazer além das conversas que tenho com ele? Até pensei em procurar um neuro!

    7 de dezembro de 2018
  • Minha filha está com 2 anos e 6 meses. Ela têm sido bem grossa com as pessoas, se chamam ela de princesa ela diz que não é princesa, se chamam de linda ela diz que não é linda, se está tudo bem com ela ela diz que não….
    Não não e não, a palavra favorita dela é essa.
    Na última consulta àpediatra ela não queria ser examinada de jeito nenhum…. foi um escândalo… e no final da consulta disse que a pedi era feia e boba aos gritos, repreendi a atitude dela ali mesmo na frete da pedi, depois que se acalmou disse para ela se desculpar e deu certo, ela pediu desculpas… mas foi muito constrangedor até eu pedi desculpas para a médica…
    Quase morri de vergonha.

    7 de dezembro de 2018
  • Tenho um afilhado de 2 anos, o Thamer, que é muuuito birrento. Está na fase de contrariar e não dar o braço a torcer, é bem cansativo. Por exemplo: quando está irritado e oferecemos um brinquedo ele diz que não quer, daí dissemos que então não brinque, aí ele briga e chora dizendo que quer então damos o brinquedo e ele, claro, briga e chora dizendo que não quer, e assim fica… estamos aprendendo que o melhor é deixá-lo quieto, dar um tempo para ele se acalmar. O brinquedo foi só um exemplo pois nestes momentos ele contraria (chora, grita, na verdade berra!) com tudo que é dito à ele.

    7 de dezembro de 2018

Deixe um comentário