a
HomeBebêAlimentaçãoOs malefícios dos refrigerantes para bebês
não dar refrigerantes para bebês
não dar refrigerantes para bebês
s

Os malefícios dos refrigerantes para bebês

Na última sexta-feira, nós postamos uma matéria sobre as consequências desastrosas de dar refrigerantes para bebês. Como esse assunto gerou muitos comentários e dúvidas em nossas redes sociais, nós conversamos novamente com a nutricionista clínica funcional do Alô Mamãe, Clarisse Corbelini, para esclarecer todos os questionamentos das nossas leitoras.

não dar refrigerantes para bebêsAlém do açúcar ser o principal fator para o desenvolvimento de diabetes tipo II, contribuir com a obesidade e ocasionar outros problemas citados na matéria anterior, a nutricionista alerta que outro motivo latente para não dar refrigerante aos pequenos também está relacionado à quantidade de açúcar presente neste tipo de bebida.

“As cáries são favorecidas pelo alto consumo de açúcar. Além disso, outros componentes químicos, como o ácido fosfórico, prejudicam a saúde dos dentes e corroem o esmalte de proteção dental”, explica a nutricionista.

Além disso, Clarisse alerta que a maior parte dos refrigerantes contém cafeína, que é estimulante e também diurético. “Não existem estudos que mostrem uma dosagem segura da ingestão de cafeína por crianças. Por ser estimulante, a cafeína pode contribuir para que seu filho fique ainda mais agitado ou custe para pegar no sono”, conta a nutricionista do Alô Mamãe.

 

Outros problemas causados por dar refrigerantes para bebês

“Os refrigerantes possuem diversas substâncias usadas para dar a coloração característica dessas bebidas. Esses aditivos químicos são tóxicos para as células do corpo humano, causando agressões e contribuindo para o surgimento de diversos tipos de câncer. Um estudo escocês associou o consumo de refrigerantes ao surgimento de câncer intestinal e colorretal”. Outro agravante: no Brasil, os refrigerantes possuem 67 vezes mais corante caramelo IV (um aditivo extremamente cancerígeno) do que os vendidos nos Estados Unidos.

E mais: os refrigerantes são acondicionados em garrafas plásticas (isso vale para a água também… Por isso, prefira consumir água em garrafas de vidro). O plástico contém uma substância chamada bisfenol A (BPA) que também é utilizado para revestir internamente as latinhas. Amplos estudos mostram que o bisfenol A causa desregulação endócrina e pode contribuir para o surgimento de problemas na tireoide, obesidade e câncer.

 

Não existem refrigerantes indicados para bebês!

É importante ressaltar que os refrigerantes zero, light, diet não são opções melhores. Eles podem até não ter açúcar, mas a maioria utiliza adoçantes artificiais. E não existe um consenso a respeito dos prejuízos que podem causar.

De acordo com a nutricionista, nada melhor do que dar água para as crianças. Além de matar a sede, a água hidrata e elimina as toxinas.

 

Sobre Alô Mamãe:

O Alô Mamãe é um serviço de assinatura de orientação e informação em saúde para gestantes e mamães de bebês. É um canal disponível 24 horas por dia para as mamães tirarem dúvidas sobre a gestação e os cuidados com seu bebê. O atendimento é feito por uma equipe multidisciplinar formada por médicos, enfermeiras, nutricionistas e educares físicos que fazem o acompanhamento da saúde da gestante/mãe e do bebê. Além disso, a equipe de saúde entrará em contato para fazer o acompanhamento durante toda esta fase de gestação e pós-parto. O objetivo não é substituir as consultas e o acompanhamento médico, mas sempre estar à disposição para responder as dúvidas das assinantes.

 

Leia mais:

– Dar refrigerantes para bebês pode ter consequências desastrosas

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário