a
HomeBebêComo furar a orelha do bebê? Descubra mitos e verdades!
furar a orelha
furar a orelha
s

Como furar a orelha do bebê? Descubra mitos e verdades!

Atenção você, mamãe de menina! Separamos os principais mitos e verdades sobre furar a orelha do bebê e também os cuidados necessários para uma cicatrização saudável! Conversamos com a enfermeira Tatiane Capelasso, fundadora da Home Nurse Assessoria, pioneira na técnica de furo de orelhinha saudável humanizado. 

O primeiro brinquinho muitas vezes é um presente quando a gestante descobre que está esperando uma menina. Algumas mamães não abrem mão de completar o visual de suas filhas com o acessório. Outras preferem esperar e que a decisão seja da pequena ao crescer. Vaidades à parte (e independente da idade!), é preciso estar atenta às orientações de como furar a orelha!

Quanto tempo esperar para furar a orelha?

“A indicação é a partir de 15 dias de vida. Porque na primeira semana é realizada a primeira consulta com o pediatra. Se estiver tudo bem, se a criança estiver saudável e não tiver icterícia – já pode ser realizada a perfuração.”, disse Tatiane.

 

furar a orelha
O lóbulo auricular, onde é colocado o primeiro brinquinho, não possui tecido de cartilagem. Ele é constituído por tecido adiposo e vasos sanguíneos, uma camada bem fininha. Existe o ponto certo para realizar essa perfuração, tanto para ficar esteticamente bonito quanto também o ponto saudável.

Quanto mais cedo furar a orelha do bebê melhor?

“Na verdade, quanto menor a criança, menor o risco de inflamação. Porque quando a pequena está mais crescidinha, ela acaba ingerindo alimentos que não pode comer, a higienização também não acontece da forma correta, correndo o risco de uma maior inflamação.” explica Tatiane.

furar a orelha

 

O procedimento pode ser realizado por enfermeiros, médicos e farmacêuticos, apenas esses profissionais são regulamentados pela ANVISA. Vale ressaltar que os instrumentos utilizados para realizar o furo DEVEM ser descartáveis.  

Cuidados necessários pós-furo:

-Lavar bem o local com sabonete próprio da bebê.

-Enxaguar e secar, mantendo o local sempre limpo e seco.

-Atenção, mamãe: sua alimentação influencia o processo de cicatrização. “Eu sempre restrinjo a alimentação da mamãe que amamenta. Então, carne de porco, ovo, chocolate, ou seja, alimentos gordurosos, em geral, devem ser evitados por pelo menos 30 dias após a perfuração das orelhas.

-NÃO gire a joia! Quando você gira o brinco na orelhinha da pequena, causa um trauma que pode levar a inflamação.

-NÃO passe álcool 70%! Passando álcool 70% no local, acaba fazendo uma vasodilatação no local, correndo maior risco de sangramento.

-O período de cicatrização dura 30 dias, porém, a fundadora da Home Nurse recomenda que os cuidados com a higienização sejam estendidos para 60 dias. Em casos de infecção, o brinco deve ser retirado, a região lavada com água e o pediatra procurado.

O primeiro brinquinho! 

furar a orelha

Os modelos de brincos para bebês mais recomendados são os de ouro, aço inoxidável ou semijoias hipoalergênicas, 100% livres de níquel e chumbo. Procure peças com banho de ródio ou ouro 18k.

Outra dica: escolha peças com tarraxas baby – elas não incomodam as orelhas da pequena!

Furo de orelha saudável e humanizado

A técnica de furo de orelhinha saudável humanizado foi idealizada pela enfermeira Tatiane Capelasso, fundadora da Home Nurse Assessoria. Desde 2015, Tatiane se especializou em acupuntura auricular para realizar a técnica, após sofrer uma experiência negativa ao contratar o serviço de perfuração do primeiro brinco da filha.

A enfermeira destaca que existem dois tipos de procedimentos, ambos respeitando o ponto neutro de acupuntura das orelhas. O método segue os pontos da medicina chinesa, para que a bebê não tenha um desequilíbrio energético, causando danos a saúde da criança. 

A perfuração com cateter e com aplicador silencioso são métodos pioneiros que priorizam o bem-estar da criança, sem traumas e com acolhimento. “O cateter é recomendado a utilização até o 5º mês de vida. Já o aplicador silencioso pode ser utilizado desde os 15 dias e depois do 6º mês, por ser um processo mais rápido.” explica Tatiane.

Leia mais:

Guia do sono do bebê: tire suas dúvidas aqui!

Semijoias finas para bebês e crianças chegaram na Grão de Gente! 

Meias Trocapé: nova mania para a família combinar como quiser!

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário