a
HomeBebêCuidados com a SaúdeManobra de Heimlich pode salvar o bebê engasgado
Manobra de Heimlich
Manobra de Heimlich
s

Manobra de Heimlich pode salvar o bebê engasgado

Uma das cenas mais agoniantes é ver um bebê engasgado, né? Por isso, a Manobra de Heimlich é extremamente eficaz se aplicada de forma correta, podendo salvar a vida do pequeno em situações mais graves.                                          

A Manobra de Heimlich consiste na compressão abdominal capaz de desobstruir as vias aéreas do bebê pela descompressão do diafragma, órgão responsável por regular a entrada e a saída de ar. 

Manobra de Heimlich

Importante reforçar: a Manobra de Heimlich é um procedimento de emergência, uma forma de ajudar o bebê de forma rápida. Quando não for suficiente, é imprescindível buscar atendimento médico e/ou ligar imediatamente para o Corpo de Bombeiros ou para o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), telefones 193 e 192, respectivamente.

Tipos de Engasgo

Os pediatras costumam classificar o engasgo de duas formas: o parcial e o total. Em ambos é possível aplicar a Manobra de Heimlich.

No primeiro caso, os sinais mais comuns são: respiração acelerada e ofegante, agitação, tosse frequente e choro incessante. É importante deixar o bebê no colo, numa posição confortável. Permita também que ele continue chorando, é sinal que ele está respirando.

Manobra de Heimlich

Mesmo preocupado, é importante manter a calma para não deixar a criança mais aflita com a situação. Em crianças maiores, incentive a tossir, faça com que levante os braços e orelha para cima, ambos os movimentos liberam a glote. 

Já o engasgo total é um quadro mais grave, quando o bebê não consegue tossir, chorar, pode ter os lábios e rostinho arroxeados, indicando falta de ar e moleza no corpinho.

Como fazer a Manobra de Heimlich

No caso de bebês, o procedimento correto é colocar a vítima sobre o colo, com a cabeça levemente mais baixa que o tronco, e dar cinco tapas firmes nas suas costas (com a parte mais “dura” da mão) mais ou menos na altura dos ombros, desta forma:

Manobra de Heimlich

De um jeito mais simplificado, a Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP), da USP elaborou uma cartilha detalhada para ensinar como proceder em momentos como este. Confira:

Passo 1

Tente manter a calma. Não tente retirar o objeto da garganta do bebê, pois você poderá empurrá-lo ainda mais fundo, piorando a situação.

Passo 2

Com o dedo indicador e médio, segure a boca do bebê aberta. Coloque a criança deitada de barriga para baixo, em cima do seu antebraço, com a cabeça mais baixa que o corpo. Apoie seu antebraço na sua coxa para ter mais firmeza.

Passo 3

Dê 5 tapas com a base da mão entre os ombros, no meio das costas do bebê. Com um pouco de força, mas sem machucá-lo.

Passo 4

Coloque o bebê deitado de costas sobre o outro antebraço apoiado sobre a coxa. Faça 5 compressões com dois dedos no meio do peito, entre os mamilos. Cada compressão deve ter 4 centímetros.

Passo 5

Olhe para o bebê. Se ele chorar, vomitar ou tossir é sinal que desengasgou e sua cor voltará ao normal. Se o bebê ficar inconsciente ou sem reação, vá para o passo 6.

Passo 6

Se o bebê continuar “molinho”, sem nenhuma reação, ele pode estar inconsciente. Neste caso, ligue imediatamente para pedir ajuda ao Corpo de Bombeiros e ao SAMU.

O que NÃO fazer

No desespero, muitos pais e cuidadores têm o reflexo de tentar tirar o objeto ou alimento que está causando o engasgado. É errado! O pediatra Dr. Lucio Cury ressalta que “Uma coisa que você não deve fazer é o movimento de varredura, que é colocar o dedo na boca e tentar puxar. Você corre o risco de empurrar o objeto mais para dentro”.

Manobra de Heimlich

Também não o sacuda nem o vire de ponta cabeça. Lembre-se que o corpo do bebê é mais sensível, podendo piorar o caso ou causar outros problemas, como a síndrome do bebê sacudido

Possíveis causas de engasgo

Essa faixa etária pode se engasgar com facilidade. Até mesmo com líquidos ou alimentos pastosos. 

Manobra de Heimlich

Até os três anos, é preciso cuidar com o tamanho e formato de tudo que é oferecido, não só de comer. Evite alimentos na forma redonda, oval e no sentido longitudinal (os palitinhos), pois são fáceis de obstruir a glote. Exemplos: balas duras, carnes, uva, cenoura, amendoim, pipoca, salsicha, entre outros. 

Manobra de Heimlich

Tome cuidado com pequenos objetos. Botões, bolas de gude, broches, moedas, anéis e brinquedos que se desmontam em peças pequenas devem ficar longe dos bebês!

Quer saber mais?

Conheça a Beabá Grão de Gente, nossa plataforma de cursos online para as mamães mais bem informadas. Inscreva-se no curso “Cuidados com o Recém-nascido e Desenvolvimento do Bebê”, com todas as informações que você precisa saber desde a maternidade! São vagas limitadas!

Leia mais:

13 alimentos perigosos para bebês até um ano de idade

Vacina causa autismo: mito ou verdade?

Alergia em bebê: como identificar e tratar?

 

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário