a
HomeBebêCuidados com a SaúdeCólica no bebê pode ser causada pela alimentação da mãe [Mito ou realidade?]
colica
colica
s

Cólica no bebê pode ser causada pela alimentação da mãe [Mito ou realidade?]

Durante a gravidez a preocupação com a alimentação é constante, e agora, na fase de amamentação, você também deve continuar se cuidando para oferecer os melhores nutrientes para o seu bebê! A saúde do seu bebê ainda depende muito da sua, por isso é fundamental continuar com uma dieta balanceada. Você já deve ter ouvido que não poderia comer isso ou aquilo para não causar cólica no bebê, não é verdade? Mas será que isso realmente acontece?

A cólica no bebê pode ser frequente em alguns casos e, algumas vezes, está ligada ao consumo de determinados alimentos pela mãe que ainda amamenta. No entanto, isso é apenas parcialmente verdade. Não há uma correlação direta entre a maneira como a mãe amamenta ou dá as fórmulas para o bebê e as cólicas. O que pode acontecer é o aumento muito grande de gases, que piora esse sintoma que tanto incomoda nossos pequenos.

cólica no bebê

Esses gases são causados por diversos motivos, como a pega errada na hora de mamar, que faz com que o bebê engula mais ar, dificuldade em respirar na hora da amamentação, nariz entupido, entre outras causas, podem levar às cólicas no bebê.

Mas e as restrições alimentares da mãe? Qual seria o papel delas na produção de gases no bebê? Não existe uma resposta certa. Na realidade, a cólica no bebê não tem uma explicação certeira, e mesmo os especialistas divergem nesse assunto. A dica principal é ficar atenta aos alimentos em causam gases em você mesma, pois eles supostamente também podem causar gases no seu bebê por meio do seu leite. Procure evitá-los, e não eliminá-los completamente da sua dieta sem conversar antes com um especialista, uma vez que eles podem conter nutrientes essenciais para sua saúde e do bebê.

 

Leite de vaca

leite cólica no bebê

Um dos estudos que tentou comprovar a relação entre cólicas no bebê e a alimentação da mãe foi realizada pelo pesquisador polonês Andrzej Kulczycki, em 1991. No artigo publicado, foi constatado que as mães que consumiam mais leite de vaca, tinham bebês que sofriam mais com as cólicas. 59 mães de bebês recém-nascidos que se alimentava apenas do leite materno foram analisadas. O leite das mães dos bebês que apresentaram cólica continha uma maior concentração de imunoglobina bovina (IgG). Esse anticorpo só é adquirido pelo leite de vaca, laticínio e outros derivados, sendo assim, é provável que o leite ingerido em grandes quantidades pode, sim, causar cólica no bebê.

 

Outros alimentos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Alimentos como o chocolate, leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, vagem, soja), vegetais da família das crucíferas (brócolis, repolho, couve-de-bruxelas, rabanete, couve), carnes vermelhas e café também são ditos como vilões das cólicas, segundo a crença popular. Não há comprovação científica sobre esses outros alimentos serem causadores da cólica no bebê, mas algumas mãe relatam alívio desse desconforto no bebê ao diminuírem o consumo deles no dia a dia.

 

Hidratação é fundamental

cólica no bebê

Além de cuidar da alimentação e manter-se sempre bem nutrida, a lactante também deve sempre dar atenção especial à hidratação. Tomando muita água e líquidos como água de coco e sucos naturais, a produção de leite será sempre farta, e seu bebê ficará saudável e forte!

 

Dicas para evitar a cólica no bebê

cólica no bebê

Algumas dicas simples podem te salvar na hora do aperto! Faça um diário de alimentação anotando tudo o que comer, e dê atenção especial aos alimentos que fogem da rotina. Assim, quando seu bebê tiver cólicas, você pode dar uma olhadinha para saber o que comeu em maior quantidade ou o que comeu de diferente.

As mudanças de horário ou na rotina do bebê também podem ser causadoras de cólica. Seu pequeno pode ficar agitado com mudanças bruscas no dia-a-dia, e as cólicas costumam aparecer no mesmo horário. Fique atenta ao comportamento do seu bebê e procure criar um ambiente gostoso e relaxante quando a hora da cólica se aproximar, assim ele vai se sentir mais calmo.

Se, mesmo depois de você eliminar alguns alimentos da dieta, as cólicas persistirem, saiba como acalmar seu bebê na hora da cólica, seja com uma massagem, a shantala, um banho de ofurô, e outras técnicas de relaxamento. Veja o que funciona melhor e pratique!

 

Leia mais

4 superdicas sobre cólicas em bebê recém-nascido

Como cuidar das cólicas em bebês? Confira dicas de métodos naturais!

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Comentário
  • Tenho o bico do seio invertido e gostaria de amamentar meu bebê. Faltam dois meses para ela nascer. Existe algo que possa me ajudar?

    6 de fevereiro de 2018

Deixe um comentário