a
HomeBebêComportamentoA 2ª gestação e o ciúme do filho mais velho. Como lidar?
ciúme irmão mais velho
ciúme irmão mais velho
s

A 2ª gestação e o ciúme do filho mais velho. Como lidar?

A ideia de ter o 2º filho e dar um irmãozinho para o seu primogênito está sendo concluída com sucesso. Todas aquelas dúvidas e receios que envolvem o universo da maternidade para as mamães de primeira viagem, estão dando lugar a outros ‘dilemas’, entre eles, como o filho mais velho irá receber e se comportar com a chegada do irmãozinho?

ciúme irmão mais velhoSaiba que este cenário é muito comum em famílias que estão crescendo e ganhando um novo membro. Os medos dos papais e os do filho são muito naturais, sobretudo, o ciúme. Mas, saiba também que existem algumas dicas preciosas que podem ajudar a minimizar estes sentimentos que geram também uma boa dose de insegurança aos papais.

Em meio aos receios de como conduzir os possíveis conflitos comportamentais do filho mais velho com a chegada do irmão, muitas mamães sentem medo de amar mais um filho que o outro. Fique tranquila: isso, definitivamente, não existirá!

Pode parecer um pouco clichê e romântico demais para um conteúdo informativo, mas, não há forma mais clara e objetiva de explicar do que com esta frase: amor de mãe não divide, só multiplica. Você, naturalmente, amará os dois, três e quantos filhos mais tiver, a mesma maneira e na mesma proporção. É algo inexplicável, só é possível sentir mesmo <3

Administrar a atenção é o que podemos chamar de quesito mais crítico neste primeiro momento, onde as relações estão sendo construídas e aquele que tinha atenção exclusiva, agora, inevitavelmente, tem que compartilhar com o outro. Você, que já não é mais uma mamãe de primeira viagem, sabe bem o consumo de atenção e energia que um bebê recém-nascido requer, por isso, organize-se para que seu filho mais velho já comece a entender isso. Como?

Se você está sempre à disposição do seu filho e o atende imediatamente, tende, ainda durante a gestação, fazê-lo esperar um pouquinho mais para ser atendido. Seja qual for a necessidade. Este exercício pode ser aplicado também com o bebê. Quando ele chorar, te chamando e você estiver fazendo algo para o mais velho, diga em alto e bom tom – para que seu filho mais velho escute – que já está a caminho, só mais um minutinho porque você está ajudando o irmão mais velho 😉

Esta prática é muito boa e desperta uma série de sentimentos positivos, sobretudo, a segurança e confriança, no filho mais velho, que, neste momento só precisa ter a certeza que continua sendo amado como sempre.

ciúme irmão mais velhoAlém disso, inseri-lo na rotina do bebê, ainda durante a gestação, é muito positivo. Se eles forem dividir o quarto, por exemplo, pedir a ajuda, opinião do filho mais velho na escolha da mobília, da decoração, em cores etc, faz com que ele se sinta parte importante nesta nova fase.

Reservar um momento para atividades com o filho mais velho é importante também. A mais nova dupla de irmão, inicialmente, terá rotinas muito diferentes e, nem sempre, terão a oportunidade de fazer passeios e atividades de entretenimento em família, pelo menos, nos primeiros meses de vida do caçula. Sendo assim, a mamãe e o papai podem se revezar e reservar um período para um momento de atenção exclusiva para ele: cinema, parque, um sorvete entre outros.

ciúme irmão mais velhoEm resumo, a dica principal para este – e tantos outros cenários que envolvem a maternidade – é demonstrar amor. O filho mais velho só precisa ter certeza de que ainda é amado. Estas são dicas de algumas práticas que nada mais são do que gestos de carinho, e que podem ajudar a minimizar este misto de sentimentos que um irmão causa no outro.

Não esqueça que é só uma fase e o começo de uma relação entre melhores amigos 😉

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário