a
HomeBebê12 motivos que fazem o bebê chorar
bebê chorar
bebê chorar
s

12 motivos que fazem o bebê chorar

Nem sempre é fácil identificar os motivos que fazem o bebê chorar. Muitas vezes o seu filho já comeu, está com a fralda seca e bem descansado. Mas, de repente, ele começa a choramingar, deixando os pais sem saber o que fazer.

Embora possa parecer à toa, os pequenos sempre choram por alguma causa. Como eles ainda não sabem falar, essa é a maneira que usam para se comunicar. 

bebê chorar

É normal o bebê chorar muito?

Sim! Bebês saudáveis são capazes de chorar entre uma e três horas por dia no total, sem que haja nada de anormal. Enquanto você procura as pistas para entender o desconforto do seu filho, é importante manter a calma.

E para facilitar essa tarefa, preparamos uma lista com as reclamações mais prováveis e propomos algumas estratégias para trazer aquele sorrisinho lindo de volta. 

1 – Fome!

Esse é o mais clássico. Por terem um sistema digestivo bem pequeno, os bebês ingerem pequenas quantidades de leite a cada mamada. Depois de um tempo, o resultado é aquele “berreiro” desejando mamar novamente.

Esse tipo de choro é prolongado e vem acompanhado de mão na boca. Somente amamentando o seu bebê é que ele irá se acalmar.

amamentar no verão

2 – Alerta: fralda suja!

A fralda suja pode ser um incômodo para muitos bebês, tanto pela sujeira quanto pela temperatura. O contato da urina ou das fezes costuma provocar assaduras, por isso, troque a fralda e use uma pomada. Às vezes, vale deixá-lo alguns minutos sem fralda para a pele respirar.

3 – Bebê cansado

O sono e o cansaço pode ser outro motivo para o choro acentuado do bebê. Nos pequenos, qualquer mudança na rotina, como uma simples visita ao pediatra ou dia de vacina, é suficiente para deixá-los exaustos. 

E quanto mais cansado, mais irritável e agitado ele fica. Nesses casos, é importante estabelecer uma rotina de sonecas durante o dia.

bebê chorar

4 – Frio ou calor

Bebês são muito sensíveis às temperaturas, afinal, há alguns meses estavam confortáveis dentro do útero. Por isso, o choro pode significar sinal de calor ou frio, principalmente quando ele não estiver com a roupinha adequada. 

5 – As temidas cólicas!

A cólica do lactente tem características próprias, que acabam sendo identificadas facilmente. Elas costumam acontecer em determinadas horas do dia, principalmente ao entardecer e à noite. Esse choro é percebido pelo movimento das perninhas.

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda compressas mornas na barriga, massagear no sentido horário, movimentar as pernas do bebê e criar um ambiente tranquilo para acalmá-lo e aliviar o incômodo.massagem no bebê

6 – Arroto

Se o bebê chorar quando acaber de mamar, fique atento! Isso pode ser um sinal de que ele precisa arrotar. Como ele pode ingerir ar enquanto mama, corre o risco de sentir gases. Para aliviar, coloque o bebê na posição vertical e dê leves batidinhas nas costas para liberar o arroto.

7 – Necessidade de colo

Há bebês que gostam de um colinho para se sentirem seguros. Alguns já se acalmam apenas ao ouvir a voz da mãe ou do pai.

primeiros dias do bebê

8 – Excesso ou falta de estímulo

O choro é manhoso e passa quando você o pega. Às vezes, os estímulos são demais para os bebês. O excesso de luz, o barulho e aquele passar de colo em colo pode deixar o recém-nascido inquieto e irritado.

Por outro lado, o silêncio e a falta total de estímulos, também podem causar tédio. Às vezes, tudo o que o pequeno quer é colo e ouvir uma voz conhecida para se acalmar.

9 – Dentinho chegando

A criança baba mais, quer colocar tudo na boca e perde o apetite. As gengivas ficam vermelhas e inchadas. A dor da gengiva sendo rompida e a própria coceira na região são fatores que levam ao choro e a irritabilidade. Se este for o caso do seu bebê, experimente usar um mordedor resfriado ou pomadas específicas.

bebê chorar

10 – Pura manha

Seu bebê é muito espertinho! A partir dos 9 meses, o bebê percebe que, ao chorar, consegue algo em troca manipulando os pais.

Nessa fase, o pequeno começa a engatinhar e querer ter acesso a tudo, inclusive aquilo que não pode, como um celular, por exemplo. Se o bebê chorar e você ceder, vai confirmar que consegue o que quer pela birra. #FicaADica!

11 – Susto e medo

Barulhos repentinos, como portas batendo, podem fazer o bebê chorar por causa do susto. A reação costuma ser acompanhada por um pequeno salto e berros. Pegue-o no colo e faça carinhos até ele se acalmar. 

12 – Dor

É importante que os pais estejam atentos aos sinais de desconforto da criança, tentando aliviar os incômodos. Alterações na expressão facial, suor excessivo, mudanças na frequência cardíaca e respiratória podem ser sinal de alerta. 

bebês suam

Enrolar o bebê em uma manta, fazer uma massagem, ninar, oferecer a chupeta e fazer o ruído “shhh” são algumas atitudes que ajudam a acalmar o pequeno.

De qualquer forma, é indispensável contar com o auxílio do pediatra, especialmente quando o recém-nascido parece chorar sem motivo aparente ou quando seu comportamento mudou de repente. Com o tempo, os pais aprendem a se comunicar com o bebê e passam a identificar o motivo real do choro.

 

Quer saber mais?

Conheça a Beabá Grão de Gente, nossa plataforma de cursos online para as mamães mais bem informadas. Inscreva-se no “Curso Completo da Gestação”, com mais de 40 aulas sobre gravidez, parto e pós-parto! São vagas limitadas!

 

Leia mais

Você sabe reconhecer os tipos de choro do bebê?

Cólicas no bebê: o que a mãe deve evitar na alimentação?

O que é a crise dos 3 meses do bebê?

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário