a
HomeBebêAlimentaçãoGrávidas comem por dois: mito ou verdade?
grávidas comem por dois
grávidas comem por dois
s

Grávidas comem por dois: mito ou verdade?

Você já deve ter ouvido falar que grávidas comem por dois, não é? Este é mais um mito espalhado pelas mamães que não resistem à tentação de comer mais do que o recomendado.

O que pode acontecer é algumas mulheres sentirem mais fome do que o habitual, mas é importante lembrar que o ganho excessivo de peso na gravidez pode trazer riscos à saúde da mãe e do bebê. 

alimentação na gestação. Alimentação saudável: dicas imperdíveis

Por que as grávidas NÃO devem comer por dois?

Durante a gestação, o corpo absorve mais os nutrientes e, por isso, ao dobrar a quantidade de comida, a mamãe pode ganhar excesso de peso, o que também é prejudicial para o bebê.

De acordo com o Institute of Medicine (IOM), as mulheres grávidas que ganharam mais peso do que o recomendado podem ter crianças com pressão arterial e níveis de açúcar no sangue mais elevados do que os filhos de mães que ficaram dentro da faixa de peso. Curiosamente, os mesmos efeitos adversos foram constatados em gestantes que ganharam pouco peso.

gestante comendo alimentos ricos em probióticos

Qual é o peso ideal na gestação?

O cálculo do ganho de peso ideal durante a gravidez leva em consideração o índice de massa corporal (IMC) da mulher antes de engravidar.  De acordo com a situação nutricional inicial da gestante (baixo peso, peso adequado, sobrepeso ou obesidade), há uma faixa de ganho de peso recomendada por trimestre.

Para se ter uma ideia, é esperado um ganho de 1 a 2 kg no final do terceiro mês de gravidez. Nos demais meses, o ganho é de, aproximadamente, 450 gramas por semana. Se o IMC da mulher ao engravidar é normal, é aceitável que engorde entre 11 e 15 kg na gestação.

Para as mamães que se consideram abaixo ou acima do peso ideal para uma gravidez saudável, o melhor é conversar com o seu médico e pedir orientação. 

alimentação na gravidez

Como comer de forma saudável na gestação?

Seu bebê é o que você come! Por isso, é fundamental que a futura mamãe consuma todos os nutrientes que necessita sem exagerar. Prefira alimentos não-processados, na forma mais perto de seu estado natural como arroz, pães integrais, frutas, verduras, legumes, sucos naturais e comida feita em casa. Ah, e não se esqueça de beber bastante água!

Tenha cuidado com gordura, óleo e açúcar. Na hora do lanchinho, você pode escolher iogurtes, frutas, nozes e castanhas para matar a fome de maneira saudável. Mas não precisa de neura, viu mamãe? O importante é ter consciência de uma alimentação saudável e eliminar esse mito de que as grávidas comem por dois. 

Na Palavra do Especialista, o Dr. Gilberto Mello explica como fazer da alimentação um aliado nesse período. Dá o play!

Quer saber mais?

Conheça a Beabá Grão de Gente, nossa plataforma de cursos online para as mamães mais bem informadas. Inscreva-se no “Curso Completo da Gestação”, com mais de 40 aulas sobre gravidez, parto e pós-parto! São vagas limitadas!

 

Leia mais:

Tudo sobre o ganho de peso ideal na gestação

Ferro na gravidez: qual é a importância e onde encontrar?

Alimentação na gravidez: devo comer menos carboidrato?

Compartilhe:
Classifique este artigo

Blog Grão de Gente é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! O Blog da maior loja virtual de enxoval e decoração para quarto de bebê do Brasil.

redacao@bloggraodegente.com.br

Comentário
  • Eu sinto mais fome agora na minha gestação e não estou me enganando, é fome mesmo!!não concordo com a colocação de vocês neste artigo….é claro que devemos cuidar para não exagerar no peso, mas que muda o apetite, isso muda!

    13 de julho de 2016
  • Eu concordo, gravida nao deve comer pra dois, isso pra mim é mito.gravida tem que comer essencial.

    27 de julho de 2016
  • Estou no 5º mês da gestação, e em partes eu não concordo com esse artigo não, sempre fui bem regradinha na minha alimentação, e sinto SIM muito mais fome agora na gravidez, as vezes a gente se alimenta e parece que não comemos quase nada, fica um “oco” no estomago, e passa um tempinho estamos com fome novamente, eu sei que o essencial é não exagerar, mas que da fome, ahhh isso da sim.

    28 de julho de 2016

Deixe um comentário